Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Divulgação

Evo Morales convoca novas eleições na Bolívia

Por Redação

10 de novembro de 2019 : 09h35

Na Rede Brasil Atual

 Presidente anunciou na manhã deste domingo (10) que decidiu convocar novas eleições. Anúncio foi feito após auditoria da OEA no pleito de 20 de outubro

Publicado por Redação RBA 10/11/2019 10:23

Ontem, Morales chamou os partidos de oposição para um diálogo imediato para barrar a tentativa de golpe de Estado em curso no país

São Paulo – O presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou na manhã deste domingo (10) que decidiu convocar novas eleições no país. O anúncio foi feito após a Organização dos Estados Americanos (OEA) apontar irregularidades nas eleições de 20 de outubro, que passou por auditoria.

Ontem, Morales chamou os partidos de oposição para um diálogo imediato para barrar a tentativa de golpe de Estado em curso no país.

Foram convocadas as quatro legendas que elegeram parlamentares nas últimas eleições – Bolívia Diz Não, Partido Democrata Cristão, o Comunidade Cidadã do segundo colocado Carlos Mesa e o partido de Evo, Movimento ao Socialismo.

“Devemos preservar a vida, nem a polícia, nem o Exército se mancharão com sangue de irmãos bolivianos, por isso convoco imediatamente um diálogo com os setores da oposição”, disse o mandatário.

O anúncio do presidente vem após algumas unidades policiais se amotinarem contra o governo na noite desta sexta-feira (8). Já na manhã deste sábado, Evo denunciou as tentativas golpistas e chamou a população boliviana para defender a democracia no país.

“Está em marcha um golpe de Estado [elaborado] por grupos violentos, antidemocráticos, um golpe contra o povo humilde, os indígenas, os movimentos sociais. Peço a mobilização de todos, uma mobilização pacífica para defender a democracia”, afirmou.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marcelo

10 de novembro de 2019 às 22h34

Se tivesse armado a população indígena e campesina não teria sofrido o golpe, mas a esquerda odeia armas não é mesmo? Por isso sempre levarão no r… e não vão aprender. Governo de esquerda só existe se os militares quiserem que exista justamente por causa disso.

Responder

augusto

10 de novembro de 2019 às 13h11

Evo, nao deves aceitar o cavalo de Troia da OEA.
Ja que aceitou, tem que garantir com super policiamento e alerta militar em todas as cidades e urnas – especialmente na S Cruz e La Paz.
Alias uma pergunta a quem responder possa: na Bolivia o voto é opcional tambem??

Responder

Paulo

10 de novembro de 2019 às 11h16

Esse sujeito é um autocrata que quer se perpetuar no Poder. Tem que sair! Democracia requer alternância de comando político, sempre…

Responder

    Adalberto Magno

    10 de novembro de 2019 às 15h18

    Há quanto tempo a Angela Merkel comanda a Alemanha? Só pra saber

    Responder

      Paulo

      10 de novembro de 2019 às 17h10

      AM, lá o regime é parlamentarista…com democracia plena.

      Responder

      Wellington

      11 de novembro de 2019 às 09h31

      Quer comprar a Alemanha com esses países bananeiros da américa latrina…?

      A Venezuela já era, Bolívia e Brásil escaparam por pouco.

      Acabou o segundo mandato já fede peixe podre.

      Responder

    Coringa Mexicano

    10 de novembro de 2019 às 22h35

    E eu pensando que Democracia era escolha livre de líderes. Agora você explicou que é alternância de poder. KKKKKKKKKKKK

    Responder

      Wellington

      11 de novembro de 2019 às 09h33

      Você demorou pra chegar lá mas chegou…a cura da democracia é a alternância no poder mas que você que vive na bananopoli não saiba disso é absolutamente normal, aqui não é terceiro mundo por acaso.

      Responder

Deixe um comentário