Análise da reunião ministerial de Bolsonaro

Tentando espalhar pânico, Bolsonaro divulga fake news grosseira. É desmascarado e apaga mensagem.

Por Redação

01 de abril de 2020 : 11h59

É complicado quando o próprio chefe de Estado, que tem o controle sobre o sistema nacional de inteligência, que é o comandante-em-chefe das Forças Armadas, que tem gigantesca estrutura a seu dispor para obter informações confiáveis, usa suas redes sociais para disseminar fake news.

Tem que ser muito, mas muito, incompetente!

Tem que estar muito desorientado pelo ódio, pela confusão, e pelo sectarismo radical pra cometer um erro desse tipo!

Hoje pela manhã, o presidente Jair Bolsonaro postou um twitter em que atacava governadores e prefeitos empenhados em lutar contra o coronavírus, a um custo político e econômico altíssimo, para si mesmos e para as finanças de suas próprias administrações.

O twitter trazia um vídeo que denunciava o fechamento da Ceasa de Belo Horizonte, importante centro de distribuição de alimentos para varejistas de toda a região metropolitana da capital.

“Para você que falou, depois do discurso do presidente, que economia não tinha importância, que importante eram vidas, dá uma olhada nisso aí. Pois é, fome, desespero, caos também matam”, diz o homem no vídeo, que alegou ter gravado no dia 31 de março na Ceasa, em Belo Horizonte. Segundo ele, a “culpa é dos governadores”, porque o presidente quer uma “paralisação responsável.”

Ao postar o vídeo, que não tem link nem identificação do autor, Bolsonaro acrescentou três frases: “Não é um desentendimento entre o Presidente e ALGUNS governadores e ALGUNS prefeitos. São fatos e realidades que devem ser mostradas. Depois da destruição não interessa mostrar culpados.”

Imediatamente, começaram a surgir desmentidos cabais de sua mentira.

Repórteres e pesosas comuns começara a postar vídeos da Ceasa em pleno funcionamento, hoje.

Primeiro, veio um repórter da CBN:

Depois, pessoas que trabalham na Ceasa começaram a postar:

O próprio presidente da Associação Comercial da Ceasa se manifestou:

Por que Bolsonaro cometeu um erro tão grosseiro?

Ora, porque ele sentiu que o seu pronunciamento “moderado” de ontem à noite não teria agradado aos núcleos radicais que o apoiam?

Difícil saber, mas uma coisa ficou evidente: os objetivos de Bolsonaro, ao divulgar o vídeo falso, eram: atacar governadores e disseminar pânico. Com isso, revelou-se, mais uma vez, uma pessoa mesquinha e despreparada.

Após a chuva de críticas e desmentidos, Bolsonaro apagou sua postagem.

Até o momento desse post, Bolsonaro ainda não pediu desculpas por disseminar mentiras.

É um bom momento para lembrar de um versículo tão lembrado e tão pouco praticado por Bolsonaro:

E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8:32

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

12 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Assis

01 de abril de 2020 às 16h08

Acordem companheiros da esquerda a situação no Brasil é gravíssima.

Responder

Everaldo

01 de abril de 2020 às 15h30

Já passou da hora da casa da moeda imprimir dinheiro e fazer a economia do pais girar

Responder

Ronei

01 de abril de 2020 às 14h57

Só os comentários selecionados né ?

Responder

Alexandre Neres

01 de abril de 2020 às 13h56

1º de abril
Dia do golpe civil-militar
#Bolsonaroday

E o capitão corona já começou praticando!

Responder

Ivan

01 de abril de 2020 às 13h17

Atitudes típicas dos mais covardes.

Ontem adulterou o significado da fala do diretor-geral da OMS. Ao ser descoberto, voltou atrás.

Hoje publica foto falsa com uma notícia falsa sobre o abastecimento na grande BH. Ao ser descoberto, voltou atrás.

Haja coragem pra ser tão covarde.

Responder

dcruz

01 de abril de 2020 às 13h16

Uma sugestão: o dia primeiro de abril é o dia da mentira poderia ter um patrono óbvio, o bozo, soaria bem: primeiro de abril dia do bozo.

Responder

chichano goncalvez

01 de abril de 2020 às 12h36

Temos um pscicopata que mata mais que o corona virus, credo !

Responder

Monza 87

01 de abril de 2020 às 12h33

É tão maluco que inventa uma notícia atacando um estado cujo governador é seu aliado, Romeu Zema, do “Novo”.

Responder

Alan C

01 de abril de 2020 às 12h30

Nos últimos 10 dias o capitão corona imundo cometeu um crime de responsabilidade por dia.

Se fosse a Dilma ela estaria sendo enforcada neste exato momento.

Responder

Paulo

01 de abril de 2020 às 12h21

Bolsonabo não se cansa de fletir a espinha para seus chefes ocultos do mercado?

Responder

Andressa

01 de abril de 2020 às 12h19

Como assim…? Bolsonaro nao havia caido ontem ? Kkkkkkk

Responder

Ronei

01 de abril de 2020 às 12h15

Pelo jeito isso nao vai demorar para acontecer, nao serà com frutas e legumes mas com produtos industralizados, empresas jà estào demitindo em massa e pequenos comercios fechando definitivamente.

Responder

Deixe uma resposta