Live do Cafezinho: bate papo com o cineasta cearense Wolney Oliveira

Agência Petrobrás

Brasil chega a mais de 20 mil mortes por covid-19

Por Redação

21 de maio de 2020 : 22h00

País tem 310.087 casos confirmados e 125.960 pacientes recuperados

Publicado em 21/05/2020 – 19:57

Por Jonas Valente – Repórter Agência Brasil – Brasília

Agência Brasil — O Brasil superou mais uma vez o número de mortes registradas em um dia, atingiu 1.188. Com este acréscimo, o total chegou a 20.047. O resultado representou um aumento de 6,2% em relação a ontem (20), quando foram contabilizados 18.859 mil falecimentos por covid-19.

O país passou da casa dos 300 mil casos confirmados do novo coronavírus, de acordo com o balanço do Ministério da Saúde divulgado hoje (21). Foram registrados 18.508 novas pessoas infectadas por covid-19, totalizando 310.087. O resultado marcou um acréscimo de 6,3% em relação a ontem, quando o número de pessoas infectadas estava em 291.579.

Do total de casos confirmados, 164.080 (53%) estão em acompanhamento e 125.960 (40,6%) foram recuperados. Há ainda 3.534 óbitos em investigação.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de falecimentos (5.558). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (3.412), Ceará (2.161), Pernambuco (1.925) e Pará (1.852).

Além disso, foram registradas mortes no Amazonas (1.620), Maranhão (663), Bahia (376), Espírito Santo (363), Alagoas (262), Paraíba (245), Minas Gerais (191), Rio Grande do Norte (178), Rio Grande do Sul (166), Amapá (151), Paraná (141), Rondônia (101), Santa Catarina (98), Piauí (91), Goiás (85), Acre (78), Distrito Federal (84), Sergipe (76), Roraima (72), Tocantins (47), Mato Grosso (34) e Mato Grosso do Sul (17).

Já em número de casos confirmados, o ranking tem São Paulo (73.739), Rio de Janeiro (32.089), Ceará (31.413), Amazonas (25.367) e Pernambuco (23.911). Entre as unidades da federação com mais pessoas infectadas estão ainda Pará (19.756), Maranhão (16.058), Bahia (11.941), Espírito Santo (8.878) e Paraíba (6.238).

Edição: Liliane Farias

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marco

23 de maio de 2020 às 07h29

El presidente es culpable de no hacer ningún esfuerzo para evitar tantas muertes. Todo lo contrario: siempre estuvo contra medidas de aislamiento social, adoptadas, con mayor o menor intensidad, por casi todas las naciones.
La familia Bolsonaro esta apuntada por sus relaciones con los milicianos de Río de Janeiro. Los milicianos se valen de los «aportes» (obviamente obligatorios, aunque no los presenten así) de los ciudadanos y ciudadanas.
Constituyen verdaderos Estados paralelos en los territorios que ocupan. Y tienen, por supuesto, poder de fuego. Son esas milicias las que ahora están «haciéndose cargo» de la crisis del coronavirus en diversos territorios del país.
Flavio Bolsonaro, que fue elegido senador por el estado de Río de Janeiro en octubre de 2018, es investigado por la Fiscalía y por la Policía Federal por movimientos financieros atípicos identificados en su cuenta bancaria y en la de 74 excolaboradores suyos en el Concejo de Río de Janeiro cuando ejercía un mandato como concejal.

Responder

Deixe uma resposta