Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

Jean Wyllys será indenizado por bolsonaristas após publicações difamatórias

Por Redação

03 de agosto de 2020 : 08h55

O ex-deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) receberá duas indenizações de R$41,8 mil, totalizando R$83,6 mil, do deputado federal Bibo Nunes (PSL-RJ) e o empresário Otávio Fakhoury, aliados do presidente Jair Bolsonaro, por publicações que associavam Wyllys a Adélio Bispo.

As indenizações são apenas a primeira parte da condenação. Tanto Nunes quanto Fakhoury terão que fazer uma retratação pública em seus perfis que associaram o ex-parlamentar ao esfaqueador de Jair Bolsonaro na campanha eleitoral de 2018.

A decisão foi despachada no último dia 27 pela juíza Mônica de Paula Baptista do 5º Juizado Especial Cível do Rio de Janeiro que classificou, por exemplo, as publicações do deputado Bibo Nunes como “ataques à dignidade do adversário político”.

“A liberdade de expressão política dos parlamentares, ainda que vigorosa, deve se manter nos limites da civilidade, eis que ninguém pode se escudar na inviolabilidade parlamentar para, sem vinculação com a função, agredir a dignidade alheia ou difundir discursos de ódio, violência e discriminação”, escreveu a magistrada.

Já no caso de Fakhoury, que também é investigado no inquérito das fake news, a juíza alegou a promoção do discurso de ódio.

“É possível verificar que foram publicadas informações, tentando vincular à imagem da parte autora à prática de crime de tentativa de homicídio contra o atual Presidente da República, e, ainda que, sem lastro probatório ou indícios suficientes de autoria, vem também a incitar outras pessoas a compartilharem tais informações, difundindo o ódio em relação ao autor”, sustentou.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Maria do Rosário

03 de agosto de 2020 às 11h02

Vai arrancar uma grana desses otários tb, Jean??

Responder

Jerson7

03 de agosto de 2020 às 10h07

Nao precisou de nenhuma palhaçada de terceiro Mundo, de lei das “fake news”, do Supremo censurar e mandar prender, etc…é sò fazer a denuncia e ativar a justiça.

O que Congresso e STF principalmente estao fazendo ultimamente com o aval da grande imprensa e da esquerda (que finge desde sempre defender a liberdade de expressao sò quando convem) é perigoso, muito perigoso.

Toffoli: “nos somos os editores dos Brasil”….acredite ou nao isso saiu da boca de um Ministro de uma corte suprema constitucional (minusculo) de um Pais pseudo-democratico.

Responder

Deixe um comentário

O 2021 de Bolsonaro O 2021 de Ciro Gomes O 2021 de Lula Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade