Live do Cafezinho (19h): que segurança pública que queremos?

Após 35 anos, PT não deve comandar nenhuma capital

Por Redação

29 de novembro de 2020 : 21h50

O resultado das urnas no 2° turno não foi positiva para o Partido dos Trabalhadores (PT). Nas duas capitais onde disputava o 2° turno, Recife e Vitória, com Marília Arraes e João Coser, a legenda foi derrotada e após 35 anos de história não vai comandar nenhuma capital.

Nesse 2° turno, o PT ganhou as prefeituras de Mauá (SP) e as cidades mineiras de Contagem e Juiz de Fora.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

13 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Washington Oliveira

01 de dezembro de 2020 às 01h24

O PT perdeu ser protagonismo da esquerda, insistiu nos erros ,faltou a humildade com os eleitores ,o antipetismo cresceu nas eleições municipais, pelo desgaste da corrupção do lava jato e a prisão de Lula prejudicou muito o partido desde a derrota nas eleições presidencial com Haddad ,o partido não faz alto crítica , se continuar insistindo nos erros ,corre risco em 2022 perder novamente ,seria o PSDB na vida nunca mais ganhou nas eleições ,o grande risco do PT de ficar fora do segundo turno nas eleições presidencial em 2022, o fake news também pesou muito no partidos principalmente os cristãos evangélicos e também católicos jamais aceitariam ideologia gênero ,pedofilia e esse tal de kit gay para crianças qual nunca existiu pesou muito nas campanhas do PT , por isso o PT também os partidos de esquerdas tem que entender que a direita ganhou nas eleições municipais estão cansados da política radical da extrema direita e esquerda, não apenas a esquerda que perdeu nas eleições,a extrema direita também foi derrotado junto com Bolsonaro fez campanha para seus candidatos no live ,o presidente também foi derrotado com esse discurso da extrema direita demagogo imbecil ,grande vencedor nas eleições municipais foi a direita e centro direita.

Responder

Joao eduardo

30 de novembro de 2020 às 22h19

Graças a Deus esse lixo de partido tá indo pro ralo, juntamente com o maior bandido do Brasil. Limpeza sendo feita.

Responder

Netho

30 de novembro de 2020 às 17h00

As eleições municipais de 2020 manifestaram o “Fora Lula”.

Responder

Netho

30 de novembro de 2020 às 16h59

As eleições municipais de 2020 manifestaram um ululante “Fora Lula”.

Responder

Roberto Agnaldo

30 de novembro de 2020 às 14h35

Se o PT tivesse ganhado as capitais diriam, mas, entretanto, contudo perdeu, nas cidades pequenas, nas médias, nas grandes ou nas gigantes.

Responder

Netho

30 de novembro de 2020 às 10h53

O PT foi do vinho ao vinagre e ainda não bateu no fundo do poço, porque o poço do PT não tem fim. A taxa de renovação do PCdoB, sigla muitas vezes considerada acessória do PT, foi de 15%. A do PV, de 13%. Pior ainda ficou o PSL, que emplacou apenas 11% dos novos nomes lançados municipalmente. O desempenho do PT, de meros 12%, é pífio para uma legenda que levou a maior fatia do fundo eleitoral, recebendo 201 milhões de reais (o PSL foi o segundo maior beneficiário). Alguém viu Dilma por aí? O maior exemplo do desastre petista foi terem dado sumiço a Dilma na campanha eleitoral do segundo turno. A derrota do PT em Recife é pior que a sofrida em Sampa. Nenhuma capital às mãos do PT foi o que prevíramos aqui antes do primeiro-turno. É preciso estar muito mal das pernas e da cabeça para ter a maior bufunfa eleitoral nacional e entrar por um cano estupendo, como diria Nelson Rodrigues. Lula e o PT continuam sem ter aprendido nada, nem esquecido nada.

Responder

Gedeon

30 de novembro de 2020 às 09h43

Se a esquerda quer ter uma mínima chance (que não terá) daqui pra frente deve zerar tudo, apagar as caras de Lula, de Ciro Gomes, Gleisi e de toda essa estrumalha que os brasileiros não querem ver nem em foto mais.

Mudar símbolo e nome do partido no caso do PT e recomeçar dos jovens…possivelmente não retardados e doentes de trogloditismo ideológico como Boulos por exemplo.

Vai demorar tempo mas não tem outra saida.

Responder

Luiz

30 de novembro de 2020 às 08h49

Ainda encontraremos o lugar para as ciências sociais, e o trabalho deixará de ser um estigma sobre o indivíduo.

Responder

Ronei

30 de novembro de 2020 às 08h36

As pesquisas falaram novamente e como de costume em favor dos candidatos de esquerda…a de Porto Alegre com a nota de 3 reais a frente foi ridícula.

Responder

Gerri Araújo

30 de novembro de 2020 às 00h25

O PT também venceu em Diadema/SP, com José de Filippi Júnior.
Disputou o 2º turno em 15 cidades: Recife/PE, Feira de Santana/BA, Vitória da Conquista/BA, São Gonçalo/RJ, Guarulhos/SP, Diadema/SP, Mauá/SP, Juiz de Fora/MG, Contagem/MG, Vitória/ES, Cariacica/ES, Anápolis/GO, Santarém/PA, Pelotas/RS, Caxias do Sul/RS.
Levou em 4, duas de São Paulo (Diadema e Mauá) e duas de Minas Juiz de Fora e Contagem.
Resultado desastroso.

Responder

Paulo

29 de novembro de 2020 às 22h40

Lula acha que é um ícone político. Um grande líder popular. Se tivesse dado um tiro no peito, como Getúlio, talvez passasse à história como um. Mas cadê a coragem?

Responder

Alan C

29 de novembro de 2020 às 22h12

O PT é um partido – desde 2016 – a sumir do mapa. Hoje, oficialmente, sumiu das capitais.

Tragédia anunciada, todos perceberam, menos o lulopetismo fanático.

Vida que segue.

Responder

Garrincha

29 de novembro de 2020 às 22h00

O PT e quem genialmente o deixou no poder por quase duas decadas levaram o Brasil a desgraça eterna…o PT é a bandidagem política mais podre da história, uma facção criminal da qual os brasileiros querem ficar o maís longe possível.

Responder

Deixe uma resposta