Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Prevent Senior fazia retaliação com funcionários que eram contra ‘kit Covid’, diz ex-funcionária

Por Redação

18 de setembro de 2021 : 10h48

No início de agosto, a Polícia Civil de São Paulo foi procurada por uma ex-funcionária da Prevent Senior que revelou as diversas irregularidades nos hospitais da seguradora durante a pandemia da Covid-19.

A empresa é investigada pela CPI da Pandemia no Senado após o recebimento de um dossiê elaborado e assinado por 15 médicos onde é detalhado todas as práticas irregulares da Prevent Senior.

Dentre as denúncias, está o relato de que pacientes serviram de cobaias com as medicações que eram inseridos no tal “kit Covid” e a omissão de sete óbitos de pessoas que foram “tratadas” com hidroxicloroquina.

Sobre esse remédio, a ex-funcionária disse que a “medicação passou a ser adotada a pedido da diretoria em pacientes que chegavam ao hospital com sintomas, mesmo sem a realização de exames para constatação”.

“Relata a colaboradora que diversos médicos que não concordavam com a indicação das medicações impostas pelos diretores, por receio de alguma retaliação acabavam receitando os remédios que não continham comprovação de eficácia por receio de perder o emprego”, diz trecho do relatório da Polícia Civil que a Folha teve acesso..

Outra denúncia grave é que a Prevent Senior praticava retaliação contra os funcionários que se recusavam a tomar os medicamentos ineficazes contra o vírus. Em um determinado momento, a empresa chegou a impor que os profissionais trabalhassem contaminados pela doença.

Por fim, a ex-funcionária declarou que a empresa indicava o tratamento precoce como forma de estudo “mesmo a empresa sabendo que não havia comprovação científica” e “sem a realização de eletrocardiograma”.

“Nos foi relatado ainda que tais medidas de combate a pandemia visavam apenas a redução de custos com a internação de pacientes uma vez que o hospital é do próprio convênio e internações geram custos”, diz o relatório.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Regina

19 de setembro de 2021 às 17h51

Meu Deus! Que crise de ética, de carater e de humanidade esse mundo vive. Meu plano é desse convẽnio. Quanta decepção! Dói saber que estamos em um pais onde as leis são brandas demais para os ricos e poderosos.

Responder

Marco Vitis

18 de setembro de 2021 às 13h38

CADEIA pros donos da Prevent e todos os médicos CÚMPLICES.

Responder

Deixe um comentário