Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Crédito: Pedro Ladeira / Folhapress

Tabata faz críticas a possível federação entre PSB e PT

Por Redação

09 de março de 2022 : 08h23

Na noite desta terça-feira, 8, a deputada Tabata Amaral (PSB-SP) participou de um jantar com empresários em São Paulo e fez fortes críticas a cada vez mais distante federação entre PSB e PT.

A parlamentar estava ao lado do prefeito de Recife, João Campos (PSB), que horas antes estava reunido com o ex-governador Geraldo Alckmin, cotado para ser vice na chapa do ex-presidente Lula (PT).

Durante seu discurso, Tabata declarou que vem “lutando bravamente”, nos bastidores, contra uma federação do PSB com o PT. Ela também revelou que o diretório paulista do PSB tem posição “unânime” contra a proposta.

Um dos pontos principais de sua crítica é que o PSB se tornaria uma sublegenda. Em tese, os socialistas ficariam sem tanta representatividade e poder de decisão. Ela também define o PSB como “a maior e talvez única alternativa que olha para frente, como progressista”.

“Acho que o Brasil comporta e precisa de uma esquerda mais moderna, que não olhe para União Soviética, ou para a Venezuela, mas sim para Portugal, ou para a Espanha, ou ainda para o Partido Democrata, nos EUA”, declarou.

A deputada socialista também deixou claro que discorda “de todos os posicionamentos que o PT vem tendo”, e que “aí entra meu realismo otimista, de achar que, tudo bem, se não vai ter terceira via, também não é por isso que vou me contentar com esse PT que está se apresentando”.

Mas por outro lado, ele demonstrou ser favorável que Alckmin seja o vice de Lula. “Já que a gente vai ter o Lula, que seja com um vice como Geraldo Alckmin”. Por fim, ela disse que é necessário “estressar o máximo o programa que eles [petistas] querem colocar na rua”.

Com informações de Mônica Bergamo

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

13 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alexandre Neres

10 de março de 2022 às 22h07

Ah, os tatibitates!

Antes de tudo, Tabata não pode falar pelo PSB, é cristã nova e não tem liderança alguma no PSB/SP.

Há um tempo o Zé de Abreu retuitou um rapaz que falava que iria agredir a Tabata. Gesto deplorável, descabido com qualquer mulher que seja. Pediu desculpas logo depois e Tabata não aceitou, repercutindo o assunto e trazendo à baila toda vez que aparecia na Rede Globo.

Pouco tempo após Tabata estava no famigerado Flow junto com Monark e Kinta Katiguria no qual ambos defenderam a legalização do Partido Nazista no Brasil. Terminado o programa, os três posaram pras fotos sorridentes e abraçados em meio a emojis. Pelo visto, pra ela não tem nada demais as brincadeiras dos rapazes, ainda que tenha adotado posição contrária.

Tabata em reunião de empresários fica igual pinto no lixo. Tá em casa.

Tabata foi elogiada. Eis a opinião do empresário Lírio Parisotto: “A turma toda aqui agradece a tua posição”. Para quem não se recorda, este senhor foi aquele que desferiu socos e mais socos em Luiza Brunet. Tabata estava com seu namorado, Joãozinho Campos, que lançou uma série de ataques misóginos contra Marília Arraes nas eleições da cidade do Recife. Trocando em miúdos, Tabata é uma feminista de araque.

Tabata teve a pachorra de dizer também que “Já que a gente vai ter o Lula, que seja com um vice como Geraldo Alckmin”. Quem não se lembra das ocupações das escolas paulistas por causa da péssima política educacional de Alckmin? Ou seja, de educadora ou algo assim Tabata não tem nada. Seu conservadorismo trescala. Ela defende o Partido Democrata de Obama, Clinton, Hilary, Michelle Obama (talvez Micheque Bolsonero também), que pode até ser liberal, mas progressista jamais.

Se os caciques do PSB não querem a Federação, assim como os congressistas do PT, já começou a debandada dos parlamentares do PSB que não estão gostando dos rumos do partido, a começar de Júlio Delgado (MG). Eles sabem que enfrentarão eleições dificílimas e que sem federar com o PT não conseguirão se reeleger. A bancada do PSB na Cãmara Federal é quase toda a favor da Federação.

Sempre defendi aqui que o PT não deveria entrar numa Federação com o PSB, que não é lá muito confiável, portanto não convém deixar que se aproveite da popularidade de Lula, diferentemente de legendas menores como o PCdoB e o PSOL, às quais o PT deveria prestar todo apoio. Coligar com o PSB nas eleições presidenciais, sim, federar não.

Não faz o menor sentido, a título de exemplo, apoiar a marmota Tabata nas eleições paulistanas. Em 2024, o PT vai se coligar com o progressista Boulos, jamais com a jovem senhorita careta. Tabata é liberal-conservadora, reproduz os cacoetes de um Brasil antigo que teima em não ir embora. Provavelmente vai acabar como seu amiguinho de Acredito, Felipe Rigoni, que saiu do PSB e já está no PSL. Ambos ganharam uma bolada do Huck para difundir ideias liberais. Não à toa apoiaram a Reforma da Previdência. Imagina que bonitinho uma fotinha dos dois gritando: mito, mito, mito!

Responder

Emilie

09 de março de 2022 às 22h52

“Progressista como o Partido Democrata”. O nome disso é lavagem cerebral travestida de bolsa de estudos.

Responder

Claudio

09 de março de 2022 às 17h10

Tábata, nem esconde que defende outra bandeira, a qual tem as mesmas cores do estado da Bahia. O que seria dela sem o dinheiro do magnata brasileiro??? Para a decadente deputada o problema do Brasil é Lula e o PT!

Responder

carlos

09 de março de 2022 às 16h48

Essa tal tabela confusão já foi expulsa do PDT e que vota com a estrema direita , porque ela não se filia ao PP?

Responder

Sá Pinho

09 de março de 2022 às 12h22

Bastam os fatos dos últimos seis anos, destacando-se os votos fundamentais para o golpe contra a Dilma no ‘Domingão Sem Vergonha’, em nome de ‘deus’, da ‘pátria’ e da ‘família’, que descarrilhou o Brasil rumo ao brejo do atraso, devidamente televisionado, onde atolado encontra-se até hoje, e a votação da reforma da imprevidência, para escancarar ser o PSB a crônica de uma traição anunciada, ainda mais reforçado com a vedete Tabata, musa ‘Nº 1’ da bateria política gestada nas “Harvard” disponibilizadas por aí, a traição torna-se mais que anunciada, patrocinada, ensaiada, coreografada e se bobear até a pomba branca na bandeira do partido, a qualquer hora, pode surgir repaginada em verde e amarelo, já que ARRAES não mais TÁ AÍ, né, Janjão?

Botemos o Chuchu no Verde, além do habitat ser lhe mais natural, não há risco de traição, ainda mais em Federação sem o PSB, que fica socialistamente a vontade para decidir o que quer da política: Le ou Lu?

Ziriguidum bumbum baticundum, não tem zumzum ou Nº 1.

De novo, ‘vai passar nessa avenida um samba popular.’

Responder

Cezar

09 de março de 2022 às 11h42

Vendida. Como diz o Ciro: “pertence a um partido clandestino” financiado bilionário.
Esses sujeitos que não pagam impostos e não tem coragem de disputar votos, financiam testas de ferro para poder manipulá-los.
Vendilhões do templo sempre existiram e continuarão existindo.
Sempre haverá que se venda por 30 dinheiros, tal qual ocorreu há 2.000 anos.

Responder

EdsonLuíz.

09 de março de 2022 às 11h25

A Tábata é uma cientista política. E é uma cientista política com uma mente racional poderosa, treinada em estudos nas áreas de física e matemática que lhe deram numerosas medalhas em olimpíadas nacionais e internacionais de matemática e física desde menininha. Com esses méritos, Tábata, uma menina bem pobre de uma favela de São Paulo, acabou indo estudar na Universidade Harvard, de onde voltou com uma graduação em Ciências Políticas e, de acréscimo, uma graduação em Astrofísica.

Em Brasília, Tábata optou por não ocupar um gabinete sozinha. Ela também não é corporativa, fazendo turma só com quem é do mesmo partido político: Tábata desde quando era do PDT divide gabinete com o deputado capixaba Felipe Rigone, cego 100% desde a adolescência, que antes era do PSB e agora está no PSL, é Engenheiro de Produção formado pela Universidade Federal de Ouro Preto e Mestre em Políticas Públicas pela Universidade de Oxford; e com o gaúcho, senador por Sergipe Alessandro Vieira, advogado com especialização em Segurança Pública, ex-Delegado de Polícia Civil por 17 anos e ex-Chefe da Polícia Civil de Sergipe.

Essa gente tem uma mente poderosa, uma prática política moderna e surgiu na política em 2018, quando a população estava completamente revoltada com a crise econômica profunda, que entre 2014 e 2016 configurou a maior recessão da história da economia brasileira, e com a corrupção generalizada em Brasília, que começava por Lula e envolvia centenas entre deputados, senadores, empresários, empresas partidos políticos e seus operadores.

Revoltada com o PT e seus corruptos e incompetentes associados, a população resolveu renovar muito a representação política. Se o eleitorado se enganou e errou feio ao eleger jair bolsonaro para presidente, esse mesmo eleitorado acertou muito em eleger deputad@s como Tábata Amaral, Felipe Rigone e o senador Alessandro Vieira. A qualidade e produtividade desses parlamentares justificou em parte a vontade do eleitor por renovação política.

Acho importante acrescentar a esse trio um deputado igualmente muito produtivo e com interferência institucional de ótima qualidade, o Kim Kataguire, de São Paulo, que também surgiu em 2018 com essa vontade de renovação do eleitor. Cito o deputado Kim Kataguire por ele ter se desgastado, por excesso de liberalismo, defendendo em um programa de internet a liberdade para funcionamento de partido nazista no Brasil, sendo que o que ele refletia nessa defesa de funcionamento de partido era sua visão de liberdade de organização e expressão de ideias, não sendo ele nazista e sequer simpático às ideias nazistas.

O excelente deputado Kim Kataguire tem apenas 25 anos de idade e é um quadro potente do pensamento de direita na Câmara dos Deputados. Como a formação política dos adversários de Kim Kataguire é muito precária e sectária, à ignorância de demonizar o importante e legítimo segmento de direita do espectro ideológico se somou a prática de linchamento político sectário de certos segmentos intolerantes. Chamaram o jovem e brilhante deputado de nazista e de tudo mais que arranjaram para desgastá-lo, nessa guerra política nefasta!

O resultado foi o desgaste que impingiram a esse brilhante e juvenil político, desgaste que ele vai carregar na sua biografia por ter manifestado defesa de princípios que, fosse ele mais conhecedor da cultura política pobre do brasileiro, inclusive do ativista que se diz ‘de esquerda’ ou ‘de direita’ e devia conhecer melhor as ideias políticas e sua legitimidade, mas não conhece pirque se fecha em posições estreitas e intolerantes e prefere sofrer a doutrinação das organizações que frequentam e consideram a doutrinação que sofrem suficiente e qualificada, resultando nos quadros muito pobres das bases dessas forças políticas atrasadas que temos no Brasil.

Kim Kataguire sofreu ofensas de lulistas e de bolsonaristas que, se Kim fosse mais experiente, o que ele nem pode ser devido à pouca idade que tem, dosaria sua defesa de princípios liberais ao limite que a ignorância e maldade política brasileira suporta e assim se protegeria da guerra política que essa gente faz.

Voltando a Tábata Amaral, o que eu percebo que a Tábata procura e defende é um projeto moderno, progressista e democrático de sociedade, e procura coerência política. Não faz sentido nenhum para mim alguém dizer que é democrata e defender ditadura; alguém dizer que é progressista e apoiar invasão de território de um país, em ofensa a sua soberania e ao direito à autodeterminação de seu povo. E eu poderia continuar fazendo uma lista imensa de contradições de Lula e do PT que são incoerentes com os valores modernos, decentes, democráticos e progressistas.

Como Tábata, eu acho que falta muita coerência no exercício da nossa política. Do modo que é feita, nossa política é deprimente!

Edson Luiz Pianca.
edsonmaverick@yahoo.com.br

Responder

    Alexandre Neres

    09 de março de 2022 às 16h04

    Só mesmo um rematado imbecil feito o Pianca para aduzir que um fedelho representante da antipolitica, Kinta Katiguria, leva os princípios liberais ao extremo. Financiado por think tanks poderosos no Brasil e nos EUA, como os Irmãos Koch e os Gerdau, essa figura nefasta foi de certa serventia àquela época em que a soberania popular foi para o ralo, todavia agora não interessa mais e foi abandonado pelos seus pares. Como afirmar que um meninote que ia pras ruas fazer estardalhaço, acusar pessoas desprovido de provas e bater bumbo para fechar exposições artísticas pode ser tachado de liberal? Esse tipo de atitude, aliás, é típica dos nazis. Só na cabeça de um apedeuta como o Pianca, que não passa de um fanfarrão, o que me faz levar a crer que, juntamente com esse estrupício e Serjo Morto, todos são admiradores ou agentes da CIA.

    Responder

    EdsonLuíz.

    09 de março de 2022 às 19h54

    O petista-bolsonarista (na prática) Alexandre Bloso’Neris está aqui de novo, me atacando com seus não-argumentos.
    É só olharmos o posicionamento de Lula e do bolsonaro no caso do abuso na Ucrânia para verificar do que Tábata fala quando resiste a Lula e ao PT.

    Viva a política!
    Viva a diversidade!
    Viva os que pensam diferente de mim!
    Viva kim Kataguire, um deputado com orientação de direita de qualidade, abstraídos excessos devido a sua inexperiência e a ainda imaturidade da pouca idade!

    Abaixo a antipolítica de amplos setores do PT!

    EdsonLuiz.

    Responder

Vicente

09 de março de 2022 às 10h31

Desde quando a Tabata é de esquerda? Ela é liberal, não progressista.

Responder

José Carlos

09 de março de 2022 às 10h23

“A turma toda aqui agradece a tua posição, pelo voto (Tábata) na Reforma da Previdência”.
Lírio Parisotto – Bilionário

Responder

Julio cesar Gonçalves Silva

09 de março de 2022 às 09h14

Eu não sou um profundo entendedor da política nacional , só acho que esse modelo de alinhamento com o PSB, vai ser igual ao wue aconteceu
com a Dilma vão se articular pro traz do governo para tomar o governo do PT. Já vimos esse filme.

Responder

henrique de oliveira

09 de março de 2022 às 08h56

Não sei porque essa desprezível deputada esta preocupada ? sabe que nas próximas eleições vai estar fora da câmara.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro