Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

Imagem: Divulgação

Acrísio Sena: As mortes de Bruno e Dom são frutos do descalabro bolsonarista

Por Redação

16 de junho de 2022 : 15h27

Por Acrísio Sena

As mortes do jornalista britânico Dom Phillips e do indigenista da Funai Bruno Pereira são frutos do discurso e da prática vergonhosamente autoritária do governo Bolsonaro.

Ao sucatear a Funai, o Ibama e o ICMBio; ao transformar o Ministério do Meio Ambiente num galpão de negociatas para favorecer madeireiros, garimpeiros, invasores de terra e setores do agronegócio; ao liberar o uso de armas de fogo e se congratular com milicianos; ao descredenciar o trabalho das Forças Armadas; e ao atacar sistematicamente a imprensa e as demais instituições que dão sustentação ao estado democrático de direito, Bolsonaro escancara sua vocação golpista e seu projeto de destruir quem luta pelas minorias e pelos excluídos.

A luta de Bruno e Dom – que estavam desaparecidos há 10 dias na Terra Indígena (TI) Vale do Javari, no oeste do Amazonas – não pode ter sido em vão e suas mortes clamam por justiça. Eles são vítimas exemplares do desprezo do governo federal pela luta dos povos indígenas e, com certeza, serão objeto de comoção internacional, abalando ainda mais a imagem já fragilizada do Brasil no exterior.

Acrísio Sena é deputado estadual pelo Partido dos Trabalhadores do Ceará

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

16 de junho de 2022 às 22h40

É preciso tomar cuidado com as mortes desses dois senhores (que Deus os tenha, pois tinham nobres princípios!). Elas são, sim, uma demonstração – ainda que parcial e enviesada, contaminada pelo viés político – do descalabro desse (des)Governo em relação às políticas indigenistas e de proteção ambiental, o que é claro, sob Bolsonaro. Mas não podemos admitir que se utilizem dela governos estrangeiros e entidades internacionais interessadas, tão somente, na internacionalização da Amazônia. É preciso, como nunca, separar o joio do trigo. Por isso Lula e Bolsonaro são contraindicados, nesse embate, pois um é um pelego oportunista, e o outro, um falso nacionalista…

Responder

Moisés oliveira de carvalho.

16 de junho de 2022 às 22h40

Vá arranjar o que fazer de útil na tua vida rapaz , em um momento tão triste como este vc seu inútil, aproveitador vem fazer politicagem nojenta e podre com a desgraça alheia ,
Vc só poderia pertencer a está quadrilha chamada pra que saqueou o nosso Brasil,
E te digo mais quase toda a desgraça que vem acontecendo neste país o culpado são vcs petistas.

Responder

Duílio

16 de junho de 2022 às 20h45

É a mesma ladainha para tudo há 4 anos que não rendeu um sequer voto…

Vai ser desse jeito pelos próximos 4 tambem ou vai sair alguma coisa dessas cabeças ocas ?

Se bem que nunca saiu nada, sem assaltar os cofres públicos para se financiar e comprar o congresso não sobra nada do PT e afiliados.

Responder

Uganga

16 de junho de 2022 às 19h52

Nessas platitudes, essas baboseiras vazias de tudo nao acredita nem quem escreveu esses “texto” mas é a unica coisa que resta a essa “esquerda” cadaverica, podre, corrupta, falida é torcer para que alguem minimamente conhecido morra para fazer o “raciocinio” amongolado de sempre, bom para tudo e sempre com o mesmo final.

Na cabeça oca desses imbecilizados por ideologias rupestres devem estar achando que fazem algum tipo de oposiçào.

A reeleiçao do atual Presidente da Republica é certeza e ha Governadores comunistoides com os dias contados também.

Responder

Valeriana

16 de junho de 2022 às 18h52

Que demagogia rasteira, vazia, penosa…

Esse petistoide nao sabe nem onde é a Amazonia.

Responder

Jhonatan

16 de junho de 2022 às 18h14

Durante a pandemia a gente viu muito bem que nem para a morte de pessoas tem respeito esses canalhas, tudo é pretexto para vomitar merda.

Se esse mesmo fato tivesse acontecido com o governo que esses animais gostam (aconteciam do.mesmo jeito) não teriam dado um sequer Piu.

É só uma questão de lado e não do fato em si.

Os 60.000 homicídios ao ano dos Governos petistas são fruto de que ?

Responder

William

16 de junho de 2022 às 17h39

Durante os Governos de esquerda e com a Marina Silva na Ministério do Meio Ambiente os assassinatos dos índio mais que dobraram.

Não são eles que se autoproclamam defensores de todo mundo para ganhar votos ?

Os homicídios comuns chegaram a marcas recordes assim como os outros crimes, corrupção e desperdiço de dinheiro público nem se fala…mas o silêncio reinava Brasil afora.

Dizer num palanque que a gente defende isso ou aquilo para ganhar votos é uma coisa…os fatos são quase sempre o exato oposto, no Brasil sempre.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina