Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Foto: Divulgação

Embaixada dos EUA diz que sistema eleitoral brasileiro é “modelo para o mundo”

Por Redação

20 de julho de 2022 : 09h07

Na noite desta terça-feira, 19, a embaixada dos EUA no Brasil divulgou uma nota a imprensa para reforçar sua confiança no sistema eleitoral brasileiro.

A nota é uma reação aos ataques feitos por Jair Bolsonaro (PL) na última segunda-feira, 18, em reunião com embaixadores no Palácio da Alvorada. Segundo a embaixada norte-americana, o sistema eleitoral do Brasil é “modelo para o mundo” e que confia nas instituições.

“Como já declaramos anteriormente, as eleições no Brasil são para os brasileiros decidirem. Os Estados Unidos confiam na força das instituições democráticas brasileiras. O país tem um forte histórico de eleições livres e justas, com transparência e altos níveis de participação dos eleitores”, diz um trecho do comunicado.

“As eleições brasileiras, conduzidas e testadas ao longo do tempo pelo sistema eleitoral e instituições democráticas, servem como modelo para as nações do hemisfério e do mundo”, continua.

Por fim, a embaxada reforça que “à medida que os brasileiros confiam em seu sistema eleitoral, o Brasil mostrará ao mundo, mais uma vez, a força duradoura de sua democracia”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

9 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Roberto

22 de julho de 2022 às 13h30

Ah, se a embaixada dos “stêitis” disse que é confiável, assunto encerrado!
Os “stèitis” são um país democrático, jamais fomentaram golpes pelo mundo, e nunca invadiram outros países para saquear as riquezas deles.

Responder

Luan

20 de julho de 2022 às 21h00

Esse sim é um país que tá na frente… 50.000 homicídios ao ano, não tem esgotos nas casas e nem reboco nas paredes mas tem as urnas eletrônicas.

Imagino quem nem as urnas eletrônicas tem e ainda vota com papel e lápis como devem estar…

Aqui é Brásil Porra…!! Kkkkkkkkkkkkkk

Responder

Zulu

20 de julho de 2022 às 16h09

Fazem bem os americanos a zoar dessa porcaria…ninguém leva a sério mesmo esse fim de mundo.

Responder

marco

20 de julho de 2022 às 13h03

Pts !
O cafezinho virou “press release ” da embaixada yankee.
Lamentável.

Responder

Paulo

20 de julho de 2022 às 12h20

Todos nós sabemos que Bolsonaro só quer um pretexto para tumultuar as eleições. Uma desculpa antecipada caso venha a ser derrotado nas urnas. Chega a ser engraçado ver os “jornalistas” da Jovem Pan e os bolsonaristas de modo geral papagaiando suposta possibilidade de fraude, quando é sabido que o próprio Capetão e filhos se elegeram sucessivamente por esse sistema…

Responder

Galinzé

20 de julho de 2022 às 11h04

Cadé o PDT que sempre foi a favor do voto impresso ?

Cadé a coerencia desses bundas moles ?

Responder

Ronei

20 de julho de 2022 às 10h27

…o mundo do Brásil, do Butão e do Bangladesh.

Responder

    Silva Jose

    22 de julho de 2022 às 11h01

    Meu amigo antes de ecoar o que outros dizem, certifique-se de verificar se a informação está correta. No caso dos países que se utilizam de Urnas Eletrônicas, confiram o International – IDEA Supporting Democracy Worldwide. Neste site o senhor vai saber a real quantidade de países que usam as urnas eletrônicas.

    Responder

Kleiton

20 de julho de 2022 às 10h24

Pro quarto mundo.

Responder

Deixe um comentário

Por que devemos confiar nas Urnas Eletrônicas? Viaje no Universo Profundo com o Telescópio James Webb O Xadrez para Governador do Ceará