Live do Cafezinho: balanço dos partidos de esquerda

Guedes responsabiliza “engrenagem política” pelo fracasso nas privatizações

Por Gabriel Barbosa

27 de outubro de 2020 : 15h47

Nesta segunda-feira, 26, o ministro da Economia, Paulo Guedes, responsabilizou a engrenagem política pelo fracasso nas privatizações que vem prometendo desde o início do Governo Bolsonaro.

“Há privatizações que não conseguimos fazer. Há acordos políticos que dificultam, há uma mentalidade cultural equivocada”

Além disso, o Posto Ipiranga também citou os escândalos de corrupção em algumas estatais como Caixa, Correios e Petrobras para justificar o seu argumento, que convenhamos, é manjado e medíocre.

“Se houve o escândalo do petróleo na Petrobras, o mensalão nos Correios, [desvios] na Caixa, devia estar bastante claro para a população brasileira que a governança está equivocada”

Para concluir seu raciocínio “brilhante e avançado”, Guedes disse:

“De alguma forma essa nossa dificuldade de criar um caminho de prosperidade em um país rico em recursos naturais está ligada à nossa prisão cognitiva. Somos prisioneiros cognitivos de uma visão de mundo que está obsoleta”

As afirmações do Posto Ipiranga foram dadas em uma palestra sobre a evolução da humanidade. Levando em conta o seu currículo, isso é bem irônico.

Gabriel Barbosa

Jornalista com passagens pelo Grupo de Comunicação O POVO (Ceará), RedeTV! e Band News FM.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

20 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Ventura Efrem

27 de outubro de 2020 às 22h56

BTGuedes Pactual

É a única preocupação dele.

Responder

Bernardo

27 de outubro de 2020 às 21h59

Tá fazendo hora extra no ministério já. Impressiona como ele é incapaz de construir ou avançar com qualquer iniciativa. Pelo menos nesse caso das privatizações o fracasso dele é o sucesso do BR.
Mas chama atenção pela inoperância. E só reforça como mts no mercado financeiro estão mt longe do ideal de competência que vendem. A estrela deles é um incapaz.

Responder

    Tadeu

    27 de outubro de 2020 às 22h20

    Ora, tu pelo jeito nao sabe como funciona a política. Tu sabia que quase tudo q o executivo quer fazer precisa passar pelo congresso?? Pelo jeito tu não sabia disso….

    Responder

Justiceiro

27 de outubro de 2020 às 20h15

É o governo mais farsante da história.

Responder

Mateus bb

27 de outubro de 2020 às 19h58

Que continue assim, patrimônio brasileiro é do povo brasileiro.

Responder

    Luizinho

    27 de outubro de 2020 às 22h17

    Eu tou faz tempo vendendo a parte q me cabe. Quero mais não.

    Responder

Hilario

27 de outubro de 2020 às 19h15

“De alguma forma essa nossa dificuldade de criar um caminho de prosperidade em um país rico em recursos naturais está ligada à nossa prisão cognitiva. Somos prisioneiros cognitivos de uma visão de mundo que está obsoleta”

Cabeças de terçeiro Mundo fazem um Pais de quarto Mundo…nao hà como dar outra.

Responder

    joaquim

    27 de outubro de 2020 às 22h04

    Exato. É essa mentalidade atrasada, de terceirizar tudo ao Estado, do coletivismo em detrimento ao individuo, é o q nos condena ao atraso.

    Responder

      Kleiton

      27 de outubro de 2020 às 22h42

      Um pais onde os próprios abitantes a beira de 2021 ainda jogam lixo no chão, dos jovens até os mais velhos não há como dar certo nunca.

      Cada pais é um espelho do que há na cabeça dos próprios abitantes e o Brasil parece mais com um lixão a céu aberto… não tem escapatória.

      Responder

Paulo

27 de outubro de 2020 às 19h08

Perfeito o Paulo Guedes. É isso mesmo. Aqui é o país do nao mexa no meu queijo. Todo mundo goza de algum privilégio mas critica o excesso de privilégios. Aí na hr de combater esses privilégios tem q ser sempre os dos outros. No meu não.

Responder

    Paulo

    27 de outubro de 2020 às 23h29

    “Xará”, mas ele aprovou a Reforma da Previdência com privilégios extremados para os militares. Ou isso não faz diferença, nas suas avaliações?

    Responder

      Paulo

      28 de outubro de 2020 às 12h47

      Faz. Não por acaso em breve haverá necessidade de nova reforma na previdência. Questão apenas de tempo.

      Responder

        Paulo

        28 de outubro de 2020 às 23h36

        Na vida, tudo é “apenas questão de tempo”. Porém, “reformas previdenciárias” não são admitidas a todo tempo…

        Responder

          Paulo

          30 de outubro de 2020 às 08h26

          Faça você a tua própria previdência e nunca dependa de terceiros.

Alan C

27 de outubro de 2020 às 17h51

Mais uma mentira né… Não tem privatização pq os ativos não estão valendo nada e os possíveis compradores, que não são otários como esse posto ipiranga inútil e a bozolândia, oferecem valores mínimos.

É difícil ser ministro da fazenda e presidente sem saber o que fazer e sem ter nada pra vender, e temos 2 anos pra isso ficar cada dia mais evidente.

Assistindo de camarote morrendo de rir! rsrs

Responder

Paulo

27 de outubro de 2020 às 17h39

E sobre o Previ (Banco do Brasil), Petros (Petrobrás), Funcef (Caixa), Postalis (Correios) e o BNDESpar, o Porquinho disse alguma coisa?

Responder

    Mateus Bb

    27 de outubro de 2020 às 20h01

    Nunca Pal no Guedes vai se manifestar a respeito, pois ele é um dos que meteram a mão no jarro.

    Responder

      Paulo

      27 de outubro de 2020 às 22h07

      Exatamente! Enfiou as mãos, os pés, a cabeça e a alma na lama. Nem falo da moral pois essa, aparentemente, nunca existiu nesse cidadão…

      Responder

    Germano

    27 de outubro de 2020 às 22h43

    Não leu a matéria …?

    “Se houve o escândalo do petróleo na Petrobras, o mensalão nos Correios, [desvios] na Caixa, devia estar bastante claro para a população brasileira que a governança está equivocada”

    Responder

      Paulo

      27 de outubro de 2020 às 23h31

      A “Governança” é dele, Sérgio Araújo. Ou não?

      Responder

Deixe uma resposta