Live do Cafezinho (19h): que segurança pública que queremos?

Em São Paulo, Bruno Covas é reeleito com 59,1% dos votos válidos

Por Redação

29 de novembro de 2020 : 19h50

Com 96,5% das urnas apuradas e 59,3% dos votos válidos, Bruno Covas (PSDB) é reeleito prefeito de São Paulo. Competitivo na disputa, Guilherme Boulos (PSOL) ficou com 40,6%.

Fonte: TSE

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

CezarR

30 de novembro de 2020 às 10h28

Boulos tinha uma rejeição monstruosa, era muito difícil conseguir ganhar. A única coisa que conseguiu foi ser a nova referência da esquerda em São Paulo, superando o picolé de chuchu Haddad. É preciso urgentemente se repensar essa lógica de quem tem mais votos no primeiro turno para quem tem mais chances de vencer a eleição com0 um todo. Com uma estratégia correta, talvez, ao menos no Rio, estaríamos comemorando a eleição de Marta Rocha. No mais, creio que a derrota de Boulos, sob seu projeto pessoal, tenha sido a melhor coisa. Fosse ele eleito para fazer um governinho hype, agradando os Faria Limers ambientalmente conscientes e identitários, como fez Haddad, teria sido sua morte política.

Responder

Alan C

29 de novembro de 2020 às 22h14

O que valeu foi o discurso da vitória voltado contra o bolsonarismo imbecilizado, o grande derrotado dessa eleição junto com o PT.

Responder

Marco Vitis

29 de novembro de 2020 às 21h33

Minha percepção estava correta. O PT foi amplamente derrotado. Perdeu ainda mais prefeituras. Desde a redemocratização, pela primeira vez, o PT não elegeu prefeito de Capital. E a derrota do PT em SP foi escandalosa (atrás do Mamãe Falei !!!). São fatos.
Por uma questão de sobrevivência, os dirigentes do PT certamente vão relativizar a derrota e os sites de propaganda, travestidos de jornalismo, vão apresentar narrativas cor-de-rosa, argumentos falaciosos.
No entanto, os petistas conscientes deveriam ouvir o “logos” da realidade: não existe mais hegemonia do PT e a direita ganhou novamente as eleições.

Responder

Paulo

29 de novembro de 2020 às 20h06

A votação de Boulos deveria servir de alerta para o conservadorismo sadio. Gestando Bolsonaros, vamos perder a guerra…

Responder

Deixe uma resposta