Genial/Quaest: Veja os números da corrida pelo governo da Bahia

Foto: REUTERS

Presidente da Caixa anuncia que vai fugir para África após derrota de Bolsonaro

Por Redação

01 de abril de 2022 : 14h19

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, se reuniu com 30 empresários durante um jantar realizado na noite desta quinta-feira, 31, em São Paulo, e disse que pretende fugir para algum país da África caso Jair Bolsonaro (PL) seja derrotado nas eleições deste ano.

“Afirmo com toda a tranquilidade a vocês. Daqui a um ou cinco anos vou para Uganda, Ruanda, Tanzânia…Uma coisa que não tenho dúvida nenhuma: se não for o presidente Bolsonaro [no comando], game over. Por quê? A Caixa, durante anos, era o paraíso do Carnaval em Salvador [com patrocínio], montando aquela festa toda. Por isso, muitas coisas não andavam, isso eu vi“, disse.

Ele também declarou que é “ingenuidade” acreditar que a Caixa Econômica Federal será a mesma após o fim do governo Bolsonaro e criticou as gestões do banco em governos anteriores e citou, indiretamente, o caso envolvendo Geddel Vieira Lima (MDB-BA), aliado do PT na Bahia.

“O cara que menos mandava na Caixa era o presidente. Quem mandava? O cara que botou o cara lá, o vice-presidente que ‘achou’ 51 milhões de reais em notas na casa da mãe dele”, afirmou.

Com informações do O Globo

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Edu Pondé

02 de abril de 2022 às 11h04

Se eu tivesse uma máquina do tempo, voltaria algumas décadas, assim ele poderia escolher com prazer, o país do apartheid. Na sequência pularia alguns anos bem específicos para não ter o desprazer de vivê-los. Chega logo 2023!

Responder

Charles Harnack

02 de abril de 2022 às 08h40

O estafeta do Bozo, Sr. Pedrinho, antes de vomitar tal idiotice, deveria consultar alguns países da África. Não estão aceitando qualquer coisa por lá. Que se informe com o Crivella, quase embaixador como o Bananinha…kkk

Responder

Manoel

02 de abril de 2022 às 06h45

Venho pedindo que se fechem as fronteiras , logo após a Vitória do Lula. As ratazanas irão abrir fuga !!!

Responder

EdsonLuíz.

01 de abril de 2022 às 18h14

Então!

Com uns a farra é na CAIXA, na Petrobrás, no BNDES…

— Ops.: ‘no’ BNDES não, com o uso do BNDES —

… Com outros, a farra é usando o Ministério da Educação, por exemplo. E a farra com esses é a peso de ouro…

… OURO NO REAL!

Uns outrozinhos anteriores viram a farra na Caixa, na Petrobrás ou com o uso do BNDES?

NÃO NÉ?

E estes outrozinhos de agora, estão vendo a farra a peso de ouro, de rachadinhas, de cheques?

NÃO TAMBÉM, NÉ?

Fora esses dois populistas venais apoiarem juntos o esfolamento de um povo com mísseis, tanques e uso de fósforo branco apenas para tomar o país e implantar ali o terror dos totalitários.

bolsonaros e bolsonaristas!; Lula e lulistas! Tão diferentes para serem tão iguais!

Responder

carlos

01 de abril de 2022 às 16h24

Se eu for eleito meu primeiro ato como deputado federal, é propor uma CPI para investigar a administração Pedro Parente na caixa econômica federal.

Responder

Deixe um comentário

Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro Janela Partidária 2022: Quem ganhou, quem perdeu? Caro? Gasolina, Gás e Diesel: A atual política de preços da Petrobrás As Maiores Enchentes do Brasil