Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

PDT e PSD rompem aliança no Rio

Por Redação

09 de abril de 2022 : 11h41

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), e o presidente Nacional do PDT, Carlos Lupi, chegaram a um impasse e decidiram cessar a aliança local entre PSD e PDT no Rio de Janeiro.

A questão principal que resultou no rompimento entre as duas legendas foi a imposição, de ambas as partes, das candidaturas a governador de Felipe Santa Cruz (PSD) e Rodrigo Neves (PDT) ao governo do estado.

Na tarde desta sexta-feira, 8, os caciques dos dois partidos se reuniram para decidir quem ocuparia a cabeça de chapa, mas não chegaram a um consenso.

Pelo lado do PDT, a avaliação é que Neves já tem portifólio e experiência política, diferente de Santa Cruz que nunca ocupou cargo público. Outro ponto destacado pelos pedetistas é que o ex-prefeito de Niterói se formou na terceira colocação nas pesquisas.

Já Paes defende que ainda é cedo para analisar a viabilidade de Santa Cruz faltando seis meses para a eleição.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Iuri

10 de abril de 2022 às 20h26

Pães sendo bem traidor, pois o acordo era claro, quem tiver na frente até abril seria o cabeça da chapa. Neves Governador 12 já

Responder

Vic Freitas

10 de abril de 2022 às 19h07

Acho que Paes prefere que o Castro vença, é o melhor para ele ser governador no futuro.
Não precisaria enfrentar um candidato a reeleição, que seria mais difícil
Se ele quisesse mesmo jogar pesado, convenceria seu criador Cesar Maia candidatar-se a governador.

Responder

carlos

10 de abril de 2022 às 19h03

O ciro é um vigarista, traíra, o povo cearense brasileiro, já sabe quem é a pessoa dele, ele vai perder para o meu candidato André Janones.

Responder

Roberto

10 de abril de 2022 às 11h48

Tudo farinha do mesmo saco.
Nenhum presta.
E quem os apoia também não.
Gente nova por favor, chega de políticos comprometidos com as maracutais.

Responder

Luiz Azenha

10 de abril de 2022 às 01h21

Politica Flumimense virou ganancia, vaidade e minguem ta nem ai p povo. Da nojo.

Responder

Alexandre Neres

09 de abril de 2022 às 16h54

A única aliança de peso que o PDT conseguiu, ainda que só regional, foi para as cucuias. Um observador arguto diria que a aliança tão-somente ocorreu porque Paes quis pressionar Lula a não apoiar a candidatura do Freixo. Deu com os burros n’água.

Nós, do segmento progressista, temos que facilitar o caminho para uma saída honrosa, tanto para Ciro quanto para o PDT, pois a tendência é que a candidatura do Ciro se esboroe por dentro e só sobre o Cabo Dacíolo pra subir o monte.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro