Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Internautas organizam pressão contra Lira em suas bases eleitorais em Alagoas

Por Redação

26 de junho de 2021 : 17h46

Após a revelação bomba do deputado federal Luís Miranda (DEM-DF) que confirmou no seu depoimento a CPI da Pandemia a tese de que Jair Bolsonaro mencionou o líder do seu governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), como operador do escândalo envolvendo a compra da vacina Covaxin, internautas resolveram se mobilizar para pressionar o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), a aceitar um dos mais de 100 pedidos de impeachment contra Bolsonaro.

“Assim como pressionamos Rodrigo Pacheco aqui em Minas Gerais pela CPI da pandemia, vamos com tudo para cima de Arthur Lira em Alagoas pelo impeachment. Acabou a paz, Lira”, disse Lucas Paulino, um dos organizadores.

Já o cientista político Christian Lynch avalia que a melhor maneira de pressionar Lira é ir direto nos seus redutos eleitorais em Alagoas para convencer os cidadãos de que o presidente da Câmara também é responsável pelo caos que vive o Brasil.

“O caminho mais curto para apressar o impeachment passa por investir nos redutos eleitorais de Arthur Lira em Alagoas, responsabilizando-o pela impunidade dos crimes de Bolsonaro. Uma semana de campanha em seus redutos alagoanos valerá mais que botar um milhão na Paulista”, afirmou.

Na próxima quarta-feira, 30, os partidos de oposição e lideranças de Movimentos Sociais devem protocolar um superpedido de impeachment na Câmara dos Deputados. O documento deve reunir uma parte considerável dos pedidos já protocolados e que ainda não foram analisados por Lira.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

27 de junho de 2021 às 20h22

É urgente impichar Bolsonaro. Ou virá Lula de novo…E com ele, bem o sabemos, a pauta identitária e de costumes renovada e fortalecida. Será o fim do Brasil cristão de 521 anos, ou, no mínimo, o início irretornável desse fim…Faltar-nos-á o chão sob os pés. Não permitamos que destruam nossa crença e nossas esperanças! Tomemos Argentina e Venezuela como exemplos!

Responder

Deixe um comentário